Prazeres

22:59


"Nosso olhos se declaram,

Iniciamos um estado de transe.
Meus lábios se direcionam ao encontro dos teus. 
Minhas frias mãos, percorrem as curvas do teu corpo.
Sinto a tua pele quente e macia, deslizar-me sobre os dedos.
Teu perfume me invade as narinas.
Sussurras palavras aos meus ouvidos.
Enriça-me os pelos dos braços e causando-me calafrios.
Descanso teu corpo com destreza sobre os lençóis,
Adentro entre as tuas coxas lentamente,
Fecho os teus olhos e tu agrides o colchão, apertando-o com as mão, 
Enquanto nossos corpos atritam-se, desafiando a resistência dos pregos da cama, que sustentam-na, 
E o frio de nossos corpos passa a calor inóspito e de nossa pele mina suor..."

-Guilherme Gomes 

Vá embora não, tome mais uma dose

0 comentários