MARIA APANHA! MARIA DA PENHA

15:05

Maria apanha.
Apanha!
Apanha!
Maria da Penha.
Da Penha!
Da Penha!
Maria. Apanha.
Maria. Da penha.
Maria. Da pena.
Da pena, mesmo,
É ver gente que ainda acha
Que Maria é quem tem culpa.
Que Maria é a safada.
“Ta com ele por que quer,
talvez goste de apanhar”
Até quando?
Até quando vamos culpar
Aquela que nunca é culpada?
Até quando vamos dizer
Qu'ela gosta de sofrer calada?
Quem cala consente uma porra!
Quem cala é que sente.
Quem cala é que sofre.
Quem cala tem é medo.
Nunca culpa.
Culpado é quem viola
O corpo de uma mulher.
A mente, a alma, o corpo
de quem quer que seja.
Culpado é o agressor
Nunca a agredida.
Culpado somos nós
Que insistimos nesse conceito
De culpar quem não tem culpa
E dividir a punição.
Perdoe-nos, Maria.
Precisamos evoluir
Parar de dizer que seu corpo
Tem um dono, por ai.
Seu corpo não tem dono.
Seu corpo tem é dano.
Seu corpo é seu.
Só seu.
Seu corpo é céu.
E bendito seja
O verso do vosso ventre.
O verso da vossa mente.
Bendita sejas tu.

(Gonzaga Neto)

Vá embora não, tome mais uma dose

2 comentários

  1. CA.RA.LHO.

    inspirador. Bonito demais, forte, um tapa na cara. Salvei pra ler sempre que der, espero q n Se importe. Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que não me imcomodo.. Fique a vontade.
      Imagina vc ouvir esse poeta (Gonzaga Neto) recitando esse poema ao vivo ? Cara eu me arrepiei *-* <3

      Excluir