Incompletos...

23:46

Ocupamos um mundo vazio,
Moramos em cidades cheias de tudo,
Mas mesmo assim, somos sedentos.
E cada passo que percorro, 
Distorço tudo, 
Mas eu conhecia o caminho 
Como a palma de minha mão,
Sentia a terra entre os dedos dos pés,
Tudo era tão simples, 
E agora me refugio dentro de mim,
Relendo os meus textos incompletos, 
Tentando-lhes dar um fim,
De tanta incapacidade, 
Os lanço ao vento,
Esperando definharem no colo do rio, 
Dando a eles, a liberdade de não existir, 
Os assassinando dentro de mim....

                           

Guilherme Gomes

Vá embora não, tome mais uma dose

0 comentários