Canto dos pássaros

14:13

Os encontrei debaixo daquela chuva, eles estavam feridos e suas asas haviam sido cortadas. Algum babaca tinha feito isso. Me aproximei devagar e percebi o medo nos seus olhos, prometi não os machucar e levei os dois pra minha casa.

Lá cuidei deles e durante três meses fui observando que eles foram melhorando e suas asas foram ficando lindas e o amor que eles transmitiam um ao outro aumentava.

Então certo dia resolvi levá-los para um passeio, organizei tudo, e fomos os três ao parque. Chegando lá sentei na grama e coloquei a gaiola de frente pra mim, abri a porta e falei:

- Venham, vocês estão livres. - Em vez deles saírem, recuaram para o canto e ali ficaram. - O que foi? Vocês estão com medo? Por favor, saíam. Estão livres. - Cada vez mais se recuaram com medo.
No final acabei desistindo de tentar tirá-los de lá e os levei de volta pra casa. Pelo menos lá eles voavam livres e cantarolavam as mais lindas canções.

Sonho que um dia eles possam voar livres pelo mundo a fora, esbanjando felicidade e o amor deles. Sem medo de serem quem são, sem ter medo do julgamento que faram deles por serem pequenos pássaros.


Para meus amigos G.G e J.A com muito amor <3





Vá embora não, tome mais uma dose

0 comentários